HISTÓRIA
The Supremes
The Supremes:
Florence Ballard, Mary Wilson e Diana Ross
Formado no início dos anos '90, o grupo As Sublimes teve como inspiração o trio estadunidense The Supremes, que foi o grupo feminino
de maior sucesso da Motown, nas décadas de '60 e '70 e lançou ao
estrelato Diana Ross, Mary Wilson e Florence Ballard.


As Sublimes:
Isabel Fillardis, Karla Prietto e Lílian Valeska
PRIMEIRA FORMAÇÃO

A primeira integrante foi Lilian Valeska. Atriz e cantora de timbre agudo diferenciado e conhecida em
espetáculos musicais no teatro, também tendo trabalhado com Kid Abelha e Eduardo Dussek.

A segunda integrante selecionada foi Isabel Fillardis, modelo já renomada em diversos editoriais de moda e capa de revista.
Na época da seleção, Isabel estava avaliando convite para participar do projeto de um outro trio
musical, Lilith (que teve como sua formação oficial Cristina Ribeiro, Carla Alexandar e a eterna Globeleza Valeria Valenssa).
Pouco tempo depois de firmar contrato para integrar As Sublimes, Isabel Fillardis entrou para o elenco da novela Renascer,
de Benedito Ruy Barbosa, com direção de Luiz Fernando Carvalho, na Rede Globo de Televisão.

A modelo internacional Karla Prietto foi a terceira integrante a compor o grupo, concluindo assim o trio da primeira formação.
Karla já tinha em seu currículo a experiência de dois discos compactos lançados por Benê Alves, da antiga RGE Records,
estampou a embalagem do sabonete Lux na Nigéria e havia ficado conhecida por suas apresentações como
Garota exportação, no Cassino do Chacrinha.



A primeira formação

A presença do trio logo chamou a atenção de
Frejat
e sua Midnight Blues Band.
Convidadas para a abertura do Hollywood Rock,
em 1992, elas levantaram a Apoteose ao som de
Dancing in The Stree'.


Em 1993 As Sublimes tiveram seu primeiro show oficial, como lançamento de seu álbum de estreia no Jazzmania, no Rio de Janeiro, em 15 de novembro de 1993. Na época, o videoclipe de Boneca de fogo (sua primeira canção de trabalho) foi lançado no programa Fantástico, da Rede Globo de televisão e o hit conquistou as paradas de sucesso das rádios do Brasil, ainda sendo incluído nas coletâneas Hot Hits 94 e Pepsi Love Songs.


O álbum de estreia leva o selo da Columbia Records / Sony Music e foi produzido por Alexandre Agra e Fred Nascimento para a Agracadabra Produções. Teve duas montagens distintas no encarte, sendo a primeira em formato de livreto e, com o esgotamento rápido em vendas, a segunda impressão do encarte foi feita em formato de pôster.

Este primeiro álbum ainda teve um kit promocional lançado em parceria da Sony Music Brasil com a Nestlé, trazendo uma lata contendo camisa com a marca do grupo, cd, fita vhs release, um folder redondo (formato da lata) e alguns bombons com embalagem contendo a marca do grupo.

Ainda em 1994, o trio emplacou as canções Menina Mulher da Pele Preta (de Jorge Ben Jor), com a qual recebeu o Prêmio de Melhor videoclip em Nova Iorque, Stop e Tyson Free. Esta última,produzida por Fausto Fawcett e Fred Nascimento (dois músicos conceituados mundialmente), teve letra criticada por defender o famoso boxeador, que estava sendo processado por violência sexual. As Sublimes, por questões contratuais, e mesmo contrariadas, gravaram a canção que, apesar de tudo, fez sucesso e conquistou paradas de momento em rádios e programas de televisão. No mesmo ano Lílian Valeska integrava o elenco da novela Irmãos Coragem e Isabel Fillardis estava na novela Pátria Minha, ambas da Rede Globo de Televisão.



O primeiro disco

Em 1995 As Sublimes emplacaram A Última Ilusão nas rádios brasileiras, sendo a canção de trabalho que encerrava a divulgação do álbum de estreia.

O primeiro álbum ainda tem a participação de Luiz Melodia na faixa Sexy Sim, além das participações de Jorge Ben Jor em Menina Mulher da Pele Preta e Fausto Fawcett em Tyson Free. E traz a versão gravada pelas Sublimes do clássico Black is Beautiful, imortalizada na voz de Elis Regina.

Esta formação se apresentou em diversos programas de televisão como Xuxa Park Hits (da apresentadora Xuxa Meneghel) na Rede Globo, Jô Soares Onze e Meia (do apresentador Jô Soares) no SBT e Dudalegria (de Duda Little) na extinta Rede Manchete, além de estampar várias matérias de revistas e editoriais de moda, entre eles nos jornais O Globo e O dia.

Com a projeção midiática que As Sublimes alcançaram na década de 90 em território brasileiro, o trio se tornou referência como bem sucedido grupo musical formado apenas por mulheres negras, para meninas e adolescentes, sem precedentes no país.


SEGUNDA FORMAÇÃO

A saída de Isabel Fillardis do grupo foi oficializada em 1995, pelo programa vespertino Video Show (apresentado na época por Miguel Falabella e Cissa Gimarães), da Rede Globo de Televisão, sendo substituída pela também experiente Flávia Santana, filha de Paulo Santana (do grupo Malacacheta). Fillardis, apresentava dificuldades de conciliar a agenda com as outras profissões que exercia (modelo e atriz), fato que a fez perder alguns shows e desfalcar o trio, decidindo deixa-lo. No período ela integrava o elenco da novela A Próxima Vítima, também da Rede Globo de Televisão.



A segunda formação

Em 1997 a formação contendo Karla, Lilian e Flávia lança seu segundo álbum, que foi produzido por Tuta Aquino, e finalizado em Nova Iorque, Estados Unidos, pelo selo Epic Records / Sony Music.

O álbum conta com participação de Lulu Santos na faixa de abertura do disco, Beleza Física. Outras participações são de Mary Wilson (uma das integrantes originais do The Supremes) e o saxtenor Michael Brecker na faixa Eu queria um Amor, versão que o trio escreveu para a canção My Chèrie Amour, de Stevie Wonder.

Eu queria um amor estourou nas paradas de sucesso, sendo seguida pela romântica Só pra ser (posteriormente também gravada pela atriz e cantora Babi Xavier).

O trio ainda emplacou Menos Carnaval (canção já eternizada por Belô Velloso) e
Mais que hoje (versão de Paula Toller para o clássico Reunited, da famosa dupla Peaches and Herb).

 

O segundo disco

Após iniciar a produção de seu terceiro álbum, já tendo gravado as faixas Eu preciso te esquecer (eternizada por Cláudia Telles e com
versão de Sampa Crew) e Só porque te amo (versão de Buchecha para Just because I love you de Lina Santiago), o trio e outros artistas
tiveram seus contratos rescindidos e o álbum não foi finalizado.

As Sublimes ainda escreveram, junto com Paulo Santana, a famosa canção Eu não vou (gravada pelo grupo Fat Family),
que conquistou as primeiras posições das paradas de sucesso nas rádios brasileiras.

Esta formação marcou presença em programas como Planeta Xuxa (Rede Globo), Quem sabe... sábado (do apresentador Renato Barbosa) na Rede Record,
Programa Livre (do apresentador Serginho Groisman) no SBT e Note e anote (da apresentadora Ana Maria Braga) na Rede Record.


REENCONTRO E RETORNO TEMPORÁRIO

Em agosto de 2012 a produtora RH Soluções Artísticas promoveu o reencontro das Sublimes, reunindo todas as quatro integrantes:
Lilian Valeska, Isabel Fillardis, Karla Prietto e Flávia Santana após fãs do grupo iniciarem uma campanha Volte Sublimes no YouTube.
Emocionadas, as cantoras filmaram acappellas de Boneca de Fogo e Be My Baby (canção famosa do trio The Ronettes) na reunião
que ocorreu no Felice Café, em Ipanema, Rio de Janeiro.


Período de reencontro e ensaios

O marcante reencontro estimulou as cantoras a se reunirem temporariamente até que
um projeto já existente na RH Soluções Artísticas selecionasse as três novas integrantes.

As Sublimes se apresentaram no Teatro Rival e no Teatro Imperator (Centro Cultural João Nogueira), ambos no Rio de Janeiro, de 2014 a 2016,
como participação de eventos e, também, em abril de 2019, no Circo Voador, no Baile Charme Show, apresentado e produzido pelo cantor Gabriel Moura.


SELEÇÃO AS SUBLIMES E TERCEIRA FORMAÇÃO OFICIAL

Em 2020, a RH Soluções Artísticas abriu as inscrições de audições para candidatas à seleção intitulada As Sublimes.
O objetivo é encontrar três novas cantoras para dar sequência à história do grupo, tendo produção de Rodrigo Hallvys
(proprietário da RH Soluções Artísticas e detentor da marca registrada) e apoio de diversas empresas e profissionais do Sul Fluminense,
com apoio cultural do Teatro Gacemss.

A decisão do critério quanto às candidatas serem do Sul Fluminense se deve ao fato do ator e produtor Rodrigo Hallvys,
detentor da marca registrada As Sublimes, ser nascido na cidade de Volta Redonda e o mesmo ter interesse em abrir oportunidade
de trabalho para cantoras da região.

As audições aconteceram nos meses de novembro e dezembro,
sendo no dia 27 deste último, a apresentação final
e o anúncio das integrantes vencedoras:
Ciça Reis, Dudda Olive e Jess Araújo.

Nos primeiros quatro meses do ano 2021 elas se dedicam ao projeto
da RH Soluções Artísticas chamado Escola Sublime,
que é composto por aulas de harmonização vocal com Cláudio Quirino,
Fit Dance com Marcela Rodriguês,
Interpretação e Língua Espanhola com Rodrigo Hallvys,
Etiqueta com Grace Lugon, Língua Inglesa com Dieni Flausino, Português para Redes Sociais com Albinno Oliveira Grecco,
Modelagem com Thiago Giaccomeli e
Simulado de Imprensa com Emiliano Macedo.
O trio está sendo vestido por Helio Chagas,
proprietário da Sagrahc.

 

A terceira formação oficial

CIÇA REIS

Tem 26 anos e natural de Barra Mansa/RJ. Cantora, percussionista, professora e compositora. Tem 12 anos de carreira musical. Graduada em Licenciatura em Música, formada em 2015 pelo UBM (Centro Universitário de Barra Mansa).


DUDDA OLIVE

É a mais nova do grupo, com 18 anos, e mora com a família em Volta Redonda. Terminou o
Ensino Médio e sempre gostou de cantar.
Toca instrumentos de percussão.

 


JESS ARAÚJO

É de Volta Redonda e tem 22 anos.
Formada em Educação Física pelo
UniFoa
(Centro Universitário de Volta Redonda).
Entre 6 anos de idade até os 15, frequentou o projeto Cidade da Música, da prefeitura. Lá, aprendeu a tocar violino, viola clássica, pífaro e alguns instrumentos de percussão.